Página Inicial > Artigos, Fotos > A importância das Matas Ciliares

A importância das Matas Ciliares

Rio Meia Ponte no município de Pontalina GO. A Mata ciliar em alguns pontos do rio ainda se apresenta conservada.

O que é uma mata ciliar

É um tipo de cobertura vegetal nativa, que fica às margens de rios, igarapés, lagos, nascentes e represas. O nome “mata ciliar” vem do fato de serem muito importantes para a proteção de rios e lagos tal como são os cílios para nossos olhos. As matas ciliares também são conhecidas como mata de galeria, vegetação ribeirinha ou vegetação ripária.

As matas ciliares são fundamentais para o equilíbrio ecológico, oferecendo proteção para as águas e o solo, reduzindo o assoreamento e a força da águas que chegam a rios ,lagos e represas, mantendo a qualidade da água e impedindo a entrada de poluentes para o meio aquático. Formam, além disso, corredores que contribuem para a conservação da biodiversidade;fornecem alimento e abrigo para a fauna; constituem barreiras naturais contra a disseminação de pragas e doenças da agricultura; e, durante seu crescimento, absorvem e fixam dióxido de carbono, um dos principais gases responsáveis pelas mudanças climáticas que afetam o planeta.

A mata ciliar funciona até mesmo como uma peneira, retendo materiais como plásticos entre as raízes das plantas.

Mais plástico escondido entre as matas ciliares. A urbanização aliada a falta de consciência da população cria uma nova possibilidade para essas matas, a de reter lixo.

Em Regiões com problemas de desequilibrio ecológico a mata ciliar não é capaz sozinha de impedir a erosão das margens, ela apenas ajuda. Rios em processo de assoreamento tendem a sair de seu leito com mais facilidade durante as chuvas, provocando inundação e solapamento das margens. As árvores não resistem às contantes agressões sofridas e terminam por serem levadas pela força das águas e a falta de superficie de sustentação.

Exemplo de como a ausência de mata ciliar, nesse caso substituída por pastagens, gera um problema de assoreamento sério. Nesse ponto a profundidade do ribeirão Santo Antônio não ultrapassa a altura dos joelhos.

Área sem mata ciliar. No detalhe podemos perceber uma árvore que não resistiu a erosão nas margens do rio. Provavelmente esse local é acesso para que o gado possa matar a sede.

Matas ciliares são consideradas áreas de proteção permanente. Uma área de proteção permanente segundo o código florestal é:

área protegida nos termos dos arts. 2o e 3o desta Lei, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.

O código florestal brasileiro determina uma distância mínima que deve-se manter da mata ciliar nas margens de um rio. Sendo:

1 – de 30 (trinta) metros para os cursos d’água de menos de 10 (dez) metros de largura;

2 – de 50 (cinquenta) metros para os cursos d’água que tenham de 10 (dez) a 50 (cinquenta) metros de largura;

3 – de 100 (cem) metros para os cursos d’água que tenham de 50 (cinquenta) a 200 (duzentos) metros de largura;

4 – de 200 (duzentos) metros para os cursos d’água que tenham de 200 (duzentos) a 600 (seiscentos) metros de largura;

5 – de 500 (quinhentos) metros para os cursos d’água que tenham largura superior a 600 (seiscentos) metros;

Ao redor das lagoas, lagos ou reservatórios d’água naturais ou artificiais;

Nas nascentes, ainda que intermitentes e nos chamados “olhos d’água”, qualquer que seja a sua situação topográfica, num raio mínimo de 50 (cinquenta) metros de largura;

Muitos fazendeiros, no intuito de facilitarem a chegada do gado até a beira do rio ou lago, retiram a vegetação em sua totalidade, além da ausência de proteção para o solo, o pisoteamento do gado facilita o processo erosivo e por consequência a entrada de sedimentos para as águas.

Área para acesso do gado, no detalhe percebemos uma vaca que se assustou com nossa presença.

É bem interessante conhecer bem de perto o tipo de vegetação que fica próximo às margens dos rios, as árvores parecem formar camadas de proteção, como numa exército que fica organizado de forma a enfrentar uma batalha, cada qual com sua função. Quanto mais próximas as árvores ficam das águas, mais suas raizes são mais superficias e em maior quantidade. Em alguns casos temos uma vegetação espinhosa e com muitos ramos, formando um entranhado como num tricô. Quanto mais se afasta da margem do rio, mais a vegetação vai se tornando um pouco diferente, com raizes mais profundas e com árvores maiores, como se a função fosse freiar as águas que descem dos pontos mais altos.

Cipós, ramos e raízes são o esquema de proteção da vegetação das margens.

Vegetação protege margens com esquema complexo de raízes.

Por que alguns fazendeiros destroem as matas ciliares?

A maior umidade das várzeas e beira de rios permite melhor desenvolvimento de pastagens na estação da seca e, por essa razão, os fazendeiros recorrem a essa opção mais simples.

Alguns produtores também desmatam para que os igarapés aumentem a produção de água no período de estiagem. Esta realidade deve-se ao fato de as árvores deixarem de “bombear” água usada na transpiração das plantas. Contudo, pesquisas mostram que esta prática, com o tempo, tem efeito contrário, pois com a ausência da mata ciliar ocorre um rebaixamento do nível do lençol freático (de água)

No ambiente urbano, a impermeabilização do solo, provocada pelo asfalto, telhados, calçamento das residências e comércio, geram uma condição trágica para a manutenção das matas ciliares. O governo municipal na tentativa de resolver o problema de inundações constroi as bocas de lobo que direcionam o fluxo das águas pluviais para galerias que desembocam nos córregos e rios urbanos. O efeito disso é um fluxo intenso de água com muita energia para o manancial durante uma tempestade, seu leito não suporta e tende a solapar as margens, provocando a queda das árvores que se encontram próximas. A solução é a canalização do córrego, ou seja, é a substituição de uma mata de galeria por concreto ou por pedras amarradas que além de ser esteticamente feio, provocam a “morte” do córrego ou rio.

Córrego Cascavel em Goiânia. Problema sério de erosão nas margens que compromete construções que estavam longe da margem do córrego. A solução encontrada pelo governo foi a de canalizar esse local.

About these ads
  1. abril 14, 2012 às 12:10 am

    Após a Visita, foi interessante conhecer o trabalho do Guia Ecológico, Parabéns! Em São Carlos existe Cachoeiras lindas graças a Mata Ciliar, e Apesar de Ser do Bioma do Cerrado, muita área praticamente intacta, muito importante a postagem, abraço, Saudação Ambientalista.

    • abril 14, 2012 às 10:19 am

      Bom dia Milton, obrigado pelo elogio! Também lhe parabenizo pelo seu trabalho. Vou colocar um link do seu site aqui no blog! Saudações Ambientais.

  2. Elton Menezes Chist
    agosto 4, 2012 às 4:01 pm

    Após a Visita, foi interessante conhecer o trabalho do Guia Ecológico, Parabéns! Em São Carlos existe Cachoeiras lindas graças a Mata Ciliar, e Apesar de Ser do Bioma do Cerrado, muita área praticamente intacta, muito importante a postagem, abraço, Saudação Ambientalista.

    • agosto 5, 2012 às 7:35 pm

      Boa noite Elton, obrigado pela visita e pelo elogio! A maior parte do material do blog é produção própria, acho maravilhoso esse trabalho e espero ter sempre ânimo para continuar mostrando para as pessoas o que de melhor existe no nosso meio ambiente! Saudações Ambientais!

  3. maio 27, 2013 às 3:33 pm

    AS MATAS CILIARES TEM QUE SEREM RESPEITADAS, E QUEM MAIS DESTRÓI TUDO SÃO OS FAZENDEIROS, QUE ARRENDAM AS TERRAS PARA PLANTAREM CANA E AS SUAS RESERVAS SÃO FEITAS DE PASTAGENS, O GADO PISA E ACABA COM AS MATAS RIBEIRINHAS…..ISSO É CRIME AMBIENTAL, POIS ÁREA DE RESERVA NÃO PODE SER USADAS PARA PASTO E ENTRAR GADO……

  4. agosto 13, 2013 às 4:08 pm

    AS MATAS CILIARES SÃO DESTRUÍDA POR TODOS OS SERES HUMANOS,A MATAS CILIAR NÃO É CAPAZ SOZINHA DE IMPEDIR AS EROSÕES DAS MARGENS… MUITAS DESSAS DESTRUIÇÕES SÃO QUE A MAIORIA DA PESSOAS JOGA GARRAFAS PETS E ACHO QUE ISSO E CRIME AMBIENTAL,POIS ESSA ÁREA TAMBÉM NÃO SERVE PARA GADOS.

  5. maria de fatima marques de almeida pessoa
    setembro 6, 2013 às 9:47 am

    Sou artísta plástica e venho fazendo pesquiza sobre ambientes naturais para o meu trabalho de pintura.Fiquei triste de saber do descaso que o ser humano ainda apresenta com nossos rios,matas ciliares,manguezais e restingas.O respeito por esses áreas se faz necessária com urgência.

  6. março 11, 2014 às 8:21 am

    então a mata e miuto zika e mo chavão e fornece o cha pro planeta terra

  7. RIAN Sousa
    março 20, 2014 às 8:37 pm

    as matas ciliares sao muito inportante para o meio anbiente pois e ela que empdi que lixos chegue ate as aguas!!!

  8. abril 4, 2014 às 8:48 am

    as matas ciliares sao importante por que sem ela o planeta era sem graça

  9. Karllili Nazareth de Souza
    novembro 4, 2014 às 7:55 am

    Gostaria de saber, quem são os autores do texto.???

    • novembro 5, 2014 às 1:18 pm

      O Autor do texto sou eu mesmo, Ernesto Augustus, criador do blog. Obrigado pela visita!

  1. abril 15, 2012 às 2:59 pm
  2. julho 5, 2012 às 11:11 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 407 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: