Archive

Posts Tagged ‘rio meia ponte’

Rio ou Esgoto?

Condição da água do rio logo após passar pela barragem da usina. Muita espuma, águas fétidas. Esgoto puro!

Condição da água do rio logo após passar pela barragem da usina. Muita espuma, águas fétidas. Esgoto puro!

Recentemente estive as margens do rio Meia Ponte, na região onde fica a antiga Usina Jaó, próximo ao clube que hoje em dia leva seu nome. A usina Jaó foi de extrema importância par ao batismo cultural da capital. Levou energia para milhares de lares de Goiânia. Com o crescimento da cidade, já em meados da década de 60 o rio Meia Ponte começou a apresentar um descréscimo na qualidade de suas águas. No início dos anos 70, já com suas águas bastante comprometidas, optou-se por destruir a barragem que permitia a formação de um grande lago que alimentava as turbinas da usina. A partir daquele momento a usina foi abandonada e passou a ser apenas um local que atualmente não tem nenhuma função a não ser servir de esconderijo para morcegos e de certa forma, um museu vivo da história do rio, ao menos externamente.

O problema é que o abandono se reflete não apenas na usina, mas também no rio. A ETE que prometia reduzir significativamente a poluição faz apenas o tratamento primário do esgoto, com eficiência de cerca de 58%, ou seja, cerca de 42 % de esgoto retorna ao rio. Os esgotos clandestinos continuam a todo vapor poluindo os córregos da cidade pois a fiscalização é quase inexistente. Existem cerca de 25 pontos de esgoto que são “oficializados” e contribuem enormemente para agravar a situação delicada que vive o manancial.

O Meia Ponte infelizmente só vira notícia quando algo ruim acontece, seja um corpo encontrado em seu leito, uma derramamento de óleo ou um forte odor que costuma se espalhar pelo ar principalmente nos bairros próximos a ele. De resto, só o descaso.

Estamos na época de estiagem, o rio está com a vazão bem reduzida e o que se vê correndo em seu leito não é água, é esgoto puro. É triste constatar que 11 anos depois que foi prometida a tão sonhada ETE, com a consequente melhora nas qualidades da água do Meia Ponte, o que se vê é um imenso esgoto correndo a céu aberto.

Mais do que nunca é necessário retirar a capa de invisibilidade que foi jogada sobre o rio e mostrar para a sociedade que lutar pela sua limpeza é lutar pelo bem estar do próprio povo que depende de suas águas. O rio deve voltar a ser motivo de orgulho, como nas histórias que os antigos nos contam, de um rio belo, de águas límpidas e cheio de peixes.

Girassol de Plástico – Documentário sobre o Rio Meia Ponte

Girassol de Plástico é um belíssimo curta metragem de 13 minutos sobre o rio Meia Ponte em Goiás, dirigida pelo premiado Amarildo Pessoa. Um dos principais rios do estado merecia uma obra prima como essa. O curta foi selecionado para concorrer na mostra competitiva do FICA 2015, junto com outras produções nacionais e internacionais. Participei do projeto dando entrevistas e apoio logístico.  http://fica.art.br/noticias/destaque/fica-2015-seleciona-21-producoes-para-mostra-competitiva/

Assista o trailer abaixo:

A vida resiste no rio Meia Ponte

Acervo: meiaponte.org

Acervo: meiaponte.org

Reportagem do jornal O Popular da edição de hoje, dia 01/04/15 mostra que apesar do acidente com o piche extremamente tóxico que contaminou as águas do ribeirão Anicuns e do rio Meia Ponte, a vida ainda resiste no rio. Provavelmente pelo período chuvoso e a consequente vazão elevada do rio no período, os peixes não morreram e ainda demonstram toda sua força ao tentar pular a cachoeira que existe no rio Meia Ponte na antiga usina do Jaó, na ponte do BR 153 no município de Goiânia. O link pode ser acessado aqui

Urgente – Vazamento de óleo tóxico contamina rio Meia Ponte

Rio Meia Ponte

Acidente com caminhão no pátio da Semob em Goiânia provocou o vazamento de cerca de 12 mil litros de derivado de petróleo altamente tóxico no ribeirão Anicuns que posteriormente avançou para o rio Meia Ponte. Equipes estão trabalhando para conter a mancha que avança rapidamente pelo leito do rio. Esse tipo de óleo não é biodegradável e se não contido pode chegar ao rio Paranaíba e depois ao Paraná. O produto pode provocar a morte de animais e contaminar lavouras que utilizam a água para irrigação. Para maiores informações clique aqui

 

MeiaPonte.Org e Guia Ecológico realizam palestra em comemoração ao mês da água

GEDSC DIGITAL CAMERA

A equipe do portal MeiaPonte.Org e do blog Guia Ecológico ministraram na tarde do dia 11 de março uma palestra na empresa BRF, antiga Brasil Foods S.A (Grupo Sadia/Perdigão), em comemoração ao “Mês da Água”, já que é neste mês que é lembrado em todo o mundo o Dia Mundial da Água celebrado, no dia 22. A data foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1992 como forma de levantar uma ampla discussão sobre as crises que quase todos os países enfrentam há anos devido à falta ou à escassez deste recurso tão importante para a manutenção da vida no planeta Terra.

Cerca de 30 funcionários participaram da palestra cujo tema foi “Um retrato da Bacia do Rio Meia Ponte”. O ambientalista e fundador do portal MeiaPonte.Org e do Blog GuiaEcológico, Ernesto Renovato, falou por cerca de uma hora sobre a realidade enfrentada pelo Rio Meia Ponte e seus afluentes em Goiânia e na região metropolitana da Capital. Ele explicou que o rio, apesar de ser responsável por abastecer cerca de 50% da população goianiense, sofre descaso por parte do poder público e pela própria população da Bacia e por isso está bem degradado, com suas águas bastante poluídas.GEDSC DIGITAL CAMERA

Além disso, comentou sobre outros problemas enfrentados pelo Rio Meia Ponte como assoreamento, ocupação irregular das margens, lançamento de esgotos e aumento da vazão em períodos chuvoso em decorrência da impermeabilização do solo. Ao discorrer sobre a situação dos afluentes do rio, Renovato explicou que a situação dos córregos e ribeirões é semelhante à do rio Meia Ponte na região metropolitana. Várias fotografias destes mananciais foram mostradas aos funcionários da BRF ilustrando situações típicas de degradação comuns nos grandes centros urbanos.

A BRF é uma das grandes empresas de abrangência mundial na área de alimentação e foi criada no ano de 2009 a partir da associação entre a Sadia e a Perdigão. Atualmente ocupa a sétima posição no ranking das maiores empresas de alimentos do mundo em valor de mercado, além de ser uma das principais exportadoras de proteína animal do planeta (responsável por 9% da exportação mundial), com alimentos que chegam a mais de 110 países em cinco continentes.

A equipe do portal MeiaPonte.Org foi convidada pela BRF devido à preocupação da empresa em sensibilizar os seus colaboradores quanto ao consumo excessivo da água. O ambientalista e palestrante Ernesto Renovato aprovou a iniciativa da empresa. “São ações como estas, desenvolvidas por corporações preocupadas com o meio ambiente e com o futuro da humanidade, que irão colaborar para que no futuro tenhamos cidadãos mais conscientes sobre a importância de se economizar água”, disse.

Autor: Renato Rodrigues

Posts interessantes do blog, vale a pena conferir!

 

Usina do Jaó – Patrimônio Histórico Jogado as Moscas

Triste realidade de uma usina que foi tão importante para a história de Goiânia e a té mesmo de Brasilia. Não merece o descaso com que a tratam atualmente. Merece o seu clique!

Diga não a canalização

A canalização é uma verdadeira declaração de morte a um córrego ou rio, saiba o porquê disso.

Ahhh, o progresso.

Tirinha muito bem bolada que mostra o bate papo entre dois indiozinhos.

Não quero apenas boas lembranças

Pequeno texto que fala sobre as histórias das pessoas mais velhas, sobre seus momentos de lazer com a natureza que ficaram no passado. Por que temos que ficar apenas nas boas lembranças do passado? Vamos viver o presente, com qualidade!

Esses são as minhas sugestões de posts aqui do blog.

 

A cachoeira do Meia Ponte – Agora sim, finalmente revelada!

outubro 11, 2011 3 comentários

Pois é pessoal, como não poderia deixar de ser finalmente vos revelo a verdadeira face da cachoeira do rio Meia Ponte no município de Panamá – GO. Após uma tentativa frustrada na primeira vez, uma segunda tentativa, também frustrada, dessa vez não deixamos de mostrá-la. O primeiro post que falo sobre ela é nesse aqui: https://guiaecologico.wordpress.com/2011/05/14/waterfall-of-the-meia-ponte-river-revealed-not-completely-yet/

Deixe seu comentário a respeito da cachoeira!

Vou deixar de falatório e vou logo mostrar as imagens:

Vista do rancho para a cachoeira

Vista superior da cachoeira – Muita gente não enxerga, só descobre que existe cachoeira quando cai!

Vista lateral do lado menos revolto da cachoeira

Olha eu onde estou, provando que estive ai!

Eu agora de outro ângulo para não deixar dúvidas

Eu na garganta da cachoeira

Eu e o amigo Castilho próximo a queda d’água

Amigo Castilho se aventurando próximo a queda na parte de cima

Uma visão mais poética da cachoeira

Uma visão mais ampliada da área da cachoeira

Esse lugar é dificil de chegar, mas todo esforço compensa. Esse é o rio Meia Ponte limpo!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 541 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: