Skip to content
Anúncios

O mundo precisa de mais atitudes como a dessa Mãe!

Aguardei ansiosamente para postar o que escrevi abaixo em pleno Dia das Mães.

Recentemente recebi um comentário no blog na postagem sobre o Dia Mundial da Água, de uma mãe que me explicou sobre um trabalho escolar de seu filho sobre algum rio da cidade. Essa mãe, cujo nome é Katia, quis fazer algo diferente e procurou aprofundar o contato de seu filho com a natureza. Parabenizo a atitude dela pois, com farto material na internet hoje, seria muito simples a criança realizar o trabalho em sua casa, sem sair para campo, mas não, ela quis ir além e promover a seu filho esse contato que tanto falta para nós da cidade. Outras mães, a convite da Katia, tiveram a mesma oportunidade de levar seus filhos a ter esse contato, mas acabaram não participando. O conceito de meio ambiente engloba tudo, humanos, plantas, bichos, águas e suas interações e não devemos negligenciar isso. Eu que sou muito entusiasta dessas atitudes e também gosto muito de fazer visitas a nascentes ou beiras de rio me prontifiquei imediatamente a apresentá-los a alguma nascente de Goiânia. A família pouco conhece a região pois está aqui há pouco tempo. Uma atitude tão bela como essa não poderia ser deixada para depois.

O local escolhido foi a nascente do córrego Água Branca, que nasce no setor de mesmo nome, num parque pequeno mas bem cuidado, que até pouco tempo, não mais do que 10 anos, estava abandonado a própria sorte. Claro que há muito a melhorar pois, poucos metros após a nascente, ainda ao lado do parque existe uma lançamento de esgoto clandestino no córrego que acaba por degradar as águas do manancial, tornando as águas fétidas e turvas. Felizmente a natureza é sábia e poderosa e o córrego depois de mais algumas centenas de metros, talvez pela ação do solo e pedras da região consegue filtrar suas águas que passam a se tornar novamente transparentes. Seria esse o motivo do nome Água Branca? É de se investigar…

Marcado o local para o encontro enviei a localização para a Katia e nos encontramos no domingo, com um pequeno atraso da minha parte por ter calculado mal a distância que eu teria de percorrer. Na visita além da Katia e de seu filho Artur, ainda estavam sua filha mais nova, a Nina e a avó das crianças, a Ló. Na chegada à nascente do córrego acabei me surpreendendo pela mudança do local, que está bem diferente. As árvores próximas à nascente cresceram, mais casas foram retiradas do local e existe um parque com pista de caminhada, brinquedos e equipamentos de ginástica para a população aproveitar. Logo após a nascente existe uma ponte pequenina que a população pode contemplar o córrego. Na última vez que fui na região ainda existia uma pia com água canalizada da nascente, utilizada pelos moradores das redondezas usavam para lavar vasilhas, calçados e muitas outras coisas. Procurei apresentar o local para a turma e fazer algumas considerações sobre a área e sobre o córrego: sua foz, extensão, conservação, etc. Ao final do passeio ainda tentamos localizar a entrada para uma cachoeira próxima, mas, como estava tudo muito diferente não conseguimos. O pequeno Artur me fez algumas perguntas para o trabalho e respondidas às perguntas posamos para uma foto. Fui presenteado com chocolates, deliciosos por sinal, e todos voltamos para nossas casas.

Trabalho córrego água branca

O pequeno Artur concentrado fazendo o trabalho escolar após a visita a nascente.

Fiquei muito feliz com a atitude da mãe, que me contou mais algumas coisas sobre a forma como participa do processo de educação de seus filhos e que só reforçaram ainda mais a ideia de que eu estava diante de não apenas uma mãe, mas uma Super Mãe! Que mais mães como ela surjam e possam levar ainda mais crianças para esse contato prático com a natureza. O Mundo Agradece!

E com essa bela atitude finalizo o texto com um enorme FELIZ DIA DAS MÃES!

Mais fotos da visita:

 

 

 

Conteúdo relacionado:

Mundo paralelo – O Parque e o Rio
Grande erosão no córrego Água Branca
Estive numa bela cachoeira no ambiente urbano
O córrego Água Branca

Anúncios

2 Comments »

  1. Como agradecer a uma das pessoas mais generosas que tivemos o grande prazer em conhecer, um homem altruísta, de uma sensibilidade que me rancou lagrimas com seu texto.

    Grata Enersto, agradecer a você é pouco, agradecerei a Deus, por ter colocado no mundo alguém com o seu coração!

    Obrigada, muito obrigada !

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: