Série Mundo Paralelo – A criança e a serra

Serra das Areias
Foto: Arquivo pessoal

E se existissem os mundos paralelos? E se realmente a natureza pudesse se comunicar conosco através de nossa própria língua? Daríamos mais atenção aos seus lamentos?

Quem pede ajuda dessa vez é a Serra das Areias, e quem tem a sorte de poder falar com ela é Alice, que estava com um grupo de escoteiros na serra. Alice teve sua grande oportunidade quando, ao se afastar um pouco do grupo para buscar água, se depara com o choro da serra. Inicialmente Alice se assusta, nunca viu serra chorar – ué, quem está chorando? Verifica ao seu redor para ver se não tem outras pessoas por perto, quando de repente a serra fala:

– Não tenhas medo criança, sou eu mesmo, a Serra das Areias quem lhe fala.
– Por que choras Serra das Areias, é de tristeza?
– Se fosse há meses atrás, seria sim, de tristeza, do fogo que consumiu minhas entranhas, as árvores, alguns bichos, mas agora é de alegria.
– Alegria?
– Sim, a chuva começou e como pode ver, sou água por todos os lados, minha beleza reaparece, sinto-me linda, renovada
– Quero me mostrar a todos, para que me preservem, me recuperem.
– Mas por que lhe recuperar, não está bonita agora?
– Sim, mas assim que a chuva terminar, logo logo as nascentes irão secar.
– Elas não ficam até a próxima chuva?
– Não, elas vão minguando, pouco a pouco, até secarem de vez. Fico triste de novo e começo a aguardar ansiosamente pela chuva, que demora.
– Existe alguma maneira das nascentes não secarem?
– Ah, criança, esta é uma história longa, mas vou resumir. Ao longo dos anos que passaram, você ainda não era nascida, eu fui agredida de várias formas diferentes, me queimaram, retiraram muitas árvores, areia, cascalho, jogaram lixo em mim e fui perdendo muitas de minhas características, minhas cachoeiras por exemplo só aparecem agora durante o período chuvoso.
– Para que eu possa me recuperar, ou levará muitos e muitos anos, desde que eu não volte a ser agredida, ou preciso da intervenção de vocês humanos para que eu possa voltar a ter toda aquela vida que eu tinha anteriormente
– Nossa, que triste, eu posso lhe ajudar?
– Claro que pode, todos os humanos podem, vocês fazem a sua parte que eu faço a minha.
– Tá vendo quanto água desce por minhas encostas nesta época do ano? Sinto orgulho disso!
– Eu vejo, vou procurar ajuda, assim podemos lhe trazer de volta toda a beleza e vida que você continha!
– Obrigado criança, vou lhe retribuir com o que posso, tome este presente, uma pedra que simboliza a nossa união daqui pra frente, conto com você!

Alice queria dar um abraço na serra, mas ela é tão grande que não foi possível, então ela se afastou pouco a pouco até encontrar o grupo de escoteiros com quem estava acampando, certa de que naquele dia havia sido a criança mais sortuda do mundo, ela corre e diz a todos para que possam ajudar a Serra das Areias a voltar a ser a mais bela de todas.

3 comentários em “Série Mundo Paralelo – A criança e a serra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s