Águas Termais Sulfurosas em plena bacia do rio Meia Ponte

Imagem meramente ilustrativa

Interessante como são as coisas, existem lugares tão interessantes, tão próximos da gente e na maioria dos casos não damos a menor bola para eles,  na maior parte das vezes vamos sempre aos mesmos locais, sejam lugares da moda,  fáceis de chegar ou simplesmente conhecidos. Na última viagem que fizemos ao rio Meia Ponte nos municípios de Goiatuba e Panamá, tivemos gratas surpresas durante os dias que estivemos lá. Além de sabermos da grande quantidade de peixes que habitam o rio, a diversidade de animais que circulam por aquela região e a visão, finalmente, da cachoeira do Meia Ponte, ainda fomos surpreendidos pelas revelações de moradores da região de que existe, além de uma fonte de água termal sulfurosa, uma salina, cujo sal é ótimo para amenizar a queimação no estômago.

Numa rápida pesquisa pela internet (http://mdemulher.abril.com.br/bem-estar/reportagem/viver-bem/banhos-termais-sulfurosos-banhos-bem-599215.shtml) eu descobri que são poucos os lugares no Brasil que possuem uma fonte de água termal como essa, em Goiás existe apenas uma catalogada e é no município de Cachoeira Dourada. No município, além da água quente que brota do solo, em temperaturas que variam de 38 e 47º C, existem também águas salgadas, interessante não? Pois bem, a fonte de água quente que nos disseram, próxima ao Meia Ponte, seria mais uma que poderia ser catalogada e explorada para fins medicinais ou de turismo, afinal de contas:

“No século 19, antes de existirem os medicamentos analgésicos, os banhos de água sulfurosa eram muito utilizados para o alívio das dores físicas. De lá para cá, o ritual acabou se tornando uma tradição não só para efeito terapêutico, mas também como fonte de bem-estar. ”O enxofre, seu ingrediente principal, auxilia nas crises do sistema respiratório, processos inflamatórios, alergias cutâneas e tensão muscular, entre outros benefícios. Para quem está saudável, ele melhora a circulação sanguínea, relaxa a musculatura e revigora o organismo”, justifica a fisioterapeuta Teresa Cristina Alvisi, professora de termalismo da PUC-Poços de Caldas (MG) e diretora das Thermas Antonio Carlos, na mesma cidade.” (Revista M de Mulher)

Mas imaginem vocês que,  alguns investidores, possuem planos para construir PCHs( Pequena Central Hidrelétrica) na região. Com a formação do lago, as salinas e as águas quentes seriam inundadas para sempre, ficando apenas na memória daqueles que um dia as conheceram, seria uma pena. Nem as tão famosas e badaladas cidades de Caldas Novas e Rio Quente possuem tais águas, portanto, quanto mais pessoas passassem a saber da existência delas, mas fácil seria mobilizar a população para lutar contra a instalação dessa PCH no local.

Anúncios

2 comentários em “Águas Termais Sulfurosas em plena bacia do rio Meia Ponte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s