Nós também somos parte do meio ambiente, ao menos por enquanto…

A cada dia que passa, tenho a impressão de que tentam colocar em nossa cabeça que já não dependemos tanto da natureza quanto dependíamos há alguns anos atrás. Mas como assim? É simples, grande parte do que chega até nossos lares, de alimentos a equipamentos e até mesmo a água, foram transformados em produtos, algo que foi industrializado, que saiu do nada e se transformou em algo para desfrutarmos.

Não entendemos o processo produtivo de algumas coisas, nos contentamos somente com o final do processo, o resto para nós, não interessa. Mas o que está por trás disso tudo, que não ligamos a mínima, tem levado a natureza a exaustão. Essa zona de conforto, que temos experimentado desde a metade do século passado até os dias atuais, tem maltratado severamente o planeta, esse tal de aquecimento global, é o que menos importa, o que é sujo e muito mais grave, poquíssimos discutem, está escondido.

O modelo econômico atual não está interessado nas pessoas, não tem interesse em alimentá-las bem, vesti-las bem, trata-las bem, esse modelo está interessado exclusivamente em maximizar o lucro, custe o que custar. Por sorte ainda existem entidades que defendem nosso direito,  do contrário estaríamos perdidos. Apesar de termos a quem nos reportar quando nos sentimos lesados como consumidores, no caso do meio ambiente a coisa se torna um pouco mais crítica, mas esse, deveríamos nos preocupar tanto quanto nossa vida pessoal, por que nossa casa não se resume somente a uma porção de alguns metros quadrados, nossa casa é o planeta Terra.

Estamos destruíndo nossa casa, num ritmo cada vez mais acelerado, se quisermos salvá-la devemos começar desde agora, do mínimo detalhe, por que as pequenas ações geram grandes resultados. Continuamos dependendo da natureza como nunca, mas estamos cada vez mais fragilizados, mais dependentes desse modelo no qual estamos inseridos, e o pior de tudo, estamos sendo enganados, ou nos deixando enganar, desunidos, estamos invertendo valores, acuando a natureza, tudo isso em nome de um conforto utópico, e de um modelo que só usurpa, a nós e a natureza, não traz felicidade, para ninguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s