Vida e morte no Macambira

Para quem acha que um córrego dentro de um ambiente urbanizado não abriga vida, esta redondamente enganado. Aqui na cidade de Goiânia descobri de duas formas distintas que o córrego Macambira e o seu afluente  Buritis  possuem muitos peixes. Alguém poderia me interromper dizendo que são de espécies exóticas, que alguns tipos de espécies não são capazes de sobreviver em determinados ambientes. Em partes essa pessoa poderia estar certa, em partes não. Começarei então com a boa notícia. Recentemente fiquei impressionado com uma lagoa formada por parte das águas do córrego Buritis que ao dimunir seu fluxo deixava as águas presas, e parte de água que brotava da terra, gerando uma água extremamente cristalina, berçário de peixes, a vida pulsava como num grande aquário gigante.

DSC03240
Lagoa lotada de alevinos
Macambira
Lagoa cristalina também com peixes filhotes já no córrego Macambira

Como a vida nem sempre é só de notícias boas, infelizmente constatei um fato que me deixou bastante triste. Possívelmente alguma empresa derramou dentro das águas do córrego uma substância que lembra tinta. Devem imaginar que as águas do córrego servem apenas para que se livrem daquilo que não lhes é mais útil, mas se esquecem que naquelas águas habita vida, e vida complexa. Infelizmente vários peixes morreram,e morreram de falta de ar, consegui identificar 3 espécies, eram Lambaris, Mandis e Cascudos, todos são espécies de peixes da América do Sul, típicos de rios brasileiros. Os cascudos ainda tentaram fugir daquelas águas comprometidas, mas não foram capazes. O resultado posto em fotos abaixo:

Macambira
Preste atenção no fundo, está branco, resultado da estranha substância que lembra tinta
Mandi no Macambira
Não suportou a falta de oxigenação na água
Macambira
Lambaris mortos pela água contaminada
Macambira
Cascudos que morreram asfixiados

É mesmo necessário descartarmos águas de resíduo sem nenhum tratamento dentro de córregos e rios da nossa cidade? Até quando precisaremos ver cenas como essas? É hora de mudar. A natureza pede socorro. Atitude como essa é crime e como tal, o agressor deve ser punido!

Anúncios

2 comentários em “Vida e morte no Macambira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s