Arquivos

Posts Tagged ‘Nova Fátima’

Por que somos assim? Dourados, um rio que corre perigo.

Rio Dourados - Essa beleza pode ( vai? ) acabar.

Nasci no ano de 1980, em Goiânia. Desde criança, sempre gostei de água, córregos e rios me hipnotizavam. Infelizmente, no ano em que nasci, os principais córregos da minha cidade já estavam estragados, muito poluídos, com uma série de problemas, tais como: ausência de mata ciliar, cheio de lixo e entulho. Imagine que referência tive eu? Provavelmente era para eu estar agindo como a maioria das pessoas da minha cidade simplesmente ignorando o problema, afinal de contas os córregos do jeito que estavam não ofereciam nenhum atrativo, pelo contrário, eram vetores potenciais de inúmeras doenças, e me aventurar em seus leitos era convite certo para micoses, hepatite A, leptospirose e por ai vai.

Mas o que aconteceu desde então? Afinal de contas já se passaram 31 anos! O que mudou? Muito pouco, apesar de investimentos na área de saneamento e da construção de uma grande ETE, os córregos continuam muito poluídos, feios e com sua função ecológico comprometida. Com o crescimento da população e consequentemente das cidade, os problemas foram replicados para regiões até então intocadas, ou seja, além de não resolvermos os problemas iniciais, ainda criamos problemas em novas regiões. O monstro do crescimento sem planejamento continua fazendo novas vítimas. Temo bastante que um dos mais belos rios de Goiás termine moribundo como todos os outros que nascem ou passam pela região metropolitana, a grande Goiânia! Estou falando do rio Dourados.

Interessante que no último domingo, dia 24/07/11, eu estava nesse rio, já no município de Hidrolândia, conversando com um pessoal que estava lá. Uma das pessoas me disse, sem eu falar nada, que temia que toda aquela beleza pudesse acabar em pouco tempo, justamente pelo crescimento de Goiânia em direção a bacia do Dourados, portanto, não sou apenas eu que está preocupado, mas já existem outras pessoas que estão.

Faz muito pouco tempo que ouvi falar no Dourados, não tem nem 4 anos. Meu primeiro contato foi numa visita a fazenda Jaboticabal, na cidade de Nova Fátima GO. A fazenda é conhecida pelos milhares de pé de jabuticaba, e pelo desafio do dono da fazenda, que diz que quem chupar  1 jabuticaba de cada pé, cerca de 20 mil, leva a fazenda. Ao lado do local, existe o recanto Jaboticabal, frequentado por centenas de pessoas em finais de semana e feriados, banhado pelas águas do rio Dourados. Na região da bacia do rio também existem vários outros recantos e balneários que também tem uma procura muito grande. Não deixo de citar também o rio das Pedras em Aragoiânia-GO, afluente do Dourados e também bastante frequentado. Tanto o Dourados, quanto o rio das Pedras e outros afluentes menores possuem diversas cachoeiras e corredeiras, como um capricho divino para a região da bacia.

É uma pena a urbanização ja estar nas beiradas do rio. Como já disse, temo muito pelo seu futuro. Um rio que começa a ser prejudicado pelo poluição passa a ter um triste destino, como uma pessoa que cai doente e ao invés de ter o apoio da família passa a ser completamente ignorada. Temos por péssimo hábito o de simplesmente procurar outros lugares e não lutar pela preservação de um lugar que tanta diversão trouxe e que fez parte da infância de muita gente.  O pior de tudo é que tem gente que mora em Goiânia há vários anos e nunca ouviu falar do rio. Quando ouvir, já será tarde demais.

Será que em mais de 30 anos de destruição não aprendemos nada? Vamos continuar acabando com os refúgios próximos da cidade que nos garantem paz, tranquilidade e diversão? Teremos que ir cada vez mais longe?

Você conhece o rio Dourados em Goiás?

No fim de semana estive num local que me fascinou bastante. Já havia ouvido falar do Dourados, e sempre tinha curiosidade de conhece-lô de perto, a oportunidade surgiu e não perdi tempo. Na região por onde o Dourados passa, existem vários recantos que lotam em finais de semana e feriados. Ele é um dos principais afluentes do rio Meia Ponte em Goiás e se revela como uma grande opção de lazer para a população de Goiânia e região metropolitana.

Abaixo coloco algumas fotos de um local onde estive,  que mostra o real potencial de um rio, ainda não abalado pela urbanização, resta saber até quando…

Pensa numa água gelada

Poço fundo, bom para dar uns pulos

O Dourados é bem conhecido pelos canoístas devido às suas nervosas águas

Imagine o quanto essa água estava boa

O rio é uma excelente opção de lazer para crianças e adultos

Aposto que você queria estar ai

E o Dourados segue seu curso para o próximo recanto! Até eu desce-lo de caiaque e descobrir o que mais ele reserva.

Foto: Abnestair. Essa peguei no google, mas não tinha como deixar de postar, dando os devidos créditos claro.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 407 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: